Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Minas aprimora gestão ambiental em Missão na China

PDFImprimirE-mail

 Divulgação Semad

MissãoChina6 Paint

Missão buscou aprimoramento de políticas de gestão de resíduos urbanos e industriais e conhecimento técnico 

 

O Governo de Minas foi representado em missão na China em busca de aprimoramento de suas políticas de gestão de resíduos sólidos urbanos e industriais e do conhecimento técnico sobre reuso de rejeitos de mineração e tecnologias de reaproveitamento. A missão com representantes do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) ocorreu de 7 a 11 de maio, com a realização de visitas técnicas a indústrias envolvidas com processos e tecnologias de reuso de resíduos e rejeitos de mineração.
 
O Sisema foi representado na missão pelo secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira, e pelo coordenador do Núcleo de Gestão de Barragens da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), Alder Marcelo de Souza. O aspecto sustentabilidade foi um dos destaques da viagem. A comitiva mineira conheceu novos equipamentos usados no beneficiamento de minério que resultam na redução de rejeitos gerados e ampliam o reaproveitamento destes.
 
As atividades realizadas nas cidades de Hong Kong e Shangai são uma agenda paralela da 2ª Missão de Empresários Mineiros à China, realizada pela Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais (Indi). A iniciativa tem o objetivo de promover as exportações de produtos mineiros para este importante mercado asiático. O Indi se destacou, também, como imprescindível em toda a missão, na promoção de ações para o desenvolvimento sustentável.
 
Além da troca de experiências na gestão de resíduos, Minas também buscou conhecimento técnico nas ações de recuperação ambiental de áreas atingidas por resíduos da mineração, a exemplo do que ocorreu no Estado, após o rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana, na Região Central. Também houve interação com o departamento de meio ambiente da província de Jiangsu, onde foram estabelecidos novos laços de cooperação entre os governos. O contato proporcionou convites para cooperação e visitas mútuas entre as áreas técnicas e troca de tecnologias.
 
A província de Jiangsu possui cerca de 80 milhões de habitantes e é considerada uma província-irmã do Estado de Minas Gerais, mas as áreas de meio ambiente ainda não tinham estabelecido relações diretas, o que foi possível por meio da missão. “A visita foi positiva pois tivemos a oportunidade de apresentar algumas políticas minerais de gestão de resíduos e adquirir conhecimento para que possamos avançar na polícia de fomento a alternativas de disposição de rejeitos em barragens”, frisou o secretário Germano Vieira.
 
O Sisema foi representado na missão pelo secretário Germano Vieira, e pelo coordenador do Núcleo de Gestão de Barragens da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), Alder Marcelo de Souza. Os trabalhos da comitiva mineira também incluíram interação junto ao China Association of Circular Economy (CACE), instituição sediada em Beijing e com a qual o Indi, por meio da sua Vice- Presidência mantém relacionamento desde o ano de 2016.
 
A CACE é uma organização sob a administração do Governo Chinês, que desenvolve pesquisas em estratégias e políticas relacionadas à economia circular, bem como provê suporte tecnológico para a formulação ou revisão de leis e regulamentos, desenvolvimento do planejamento e introdução de políticas relativas ao tema.
 
A missão técnica teve ainda visitas a empresas do setor de mineração e à Universidade de Ciência e Tecnologia de Beijing (USTB), que é amplamente reconhecida como um dos expoentes em estudos nas áreas de metalurgia e ciência dos materiais, atividades que compõem base signi?cativa da economia mineira.

 

Divulgação Semad

MissãoChina1 Paint

A missão visitou empresas do setor de mineração e a Universidade de Ciência e Tecnologia de Beijing (USTB)
 

Por parte do setor produtivo, foram visitadas empresas do ramo de mineração tais como a Wake Metallurgical LLC e a Mining Corporation of Shougang Group Co. Outra visita importante foi à Freetech Road Recycling Technology, onde os participantes conheceram como é realizada a reciclagem de até 100% da pavimentação asfáltica pelo emprego da tecnologia“hot-in-place”. A empresa integra pesquisa tecnológica e de materiais, pesquisa de equipamentos, manufatura e engenharia e educação pro?ssional, com destaque em equipamentos e tecnologia para manutenção de pavimentação.
 
Já a TianYing Inc, também visitada, produz equipamentos para geração de energia a partir da incineração de resíduos, operando também nas áreas de tratamento de resíduos perigosos, iodo, tratamento de resíduos de construção, tratamento de água e esgoto, reciclagem e soluções para separação e transporte de resíduos urbanos.
 
Segundo o coordenador do Núcleo de Gestão de Barragens da Feam, Alder Marcelo de Souza, a missão identificou uma grande oportunidade de cooperação no modelo "Projeto da Mineração Verde na China", iniciado em 2017 e que atualmente conta com a participação de 671 minas no novo padrão de sustentabilidade da atividade minerária chinesa.
 
“Os novos padrões adotados na China com o Projeto da Mineração Verde, têm como meta trabalhar o dia a dia da mineração mais sustentável, inclusive com utilização de novos equipamentos nos processos de beneficiamento para diminuição da poluição ambiental, redução na geração e reaproveitamento dos rejeitos da mineração”, disse o representante da Feam.
 
Seminário Internacional de Tecnologias e Gestão de Barragens
 
A Missão China teve também foco no conhecimento científico, tendo em vista que nos próximos meses, o Sisema promoverá o 2ºSeminário Internacional de Tecnologias e Gestão de Barragens. A primeira edição do evento foi realizada em Belo Horizonte, nos dias 24 e 25 de janeiro deste ano, após visita do Governo Mineiro à Holanda. Durante dois dias de palestras, apresentações e debates, o Estado sediou comitivas de autoridades, empresários e técnicos holandeses, portugueses e chilenos e promoveu o compartilhamento de informações e conhecimento das práticas adotadas nesses países para a gestão de barragens. O evento teve ampla participação de técnicos do Sisema, comunidade acadêmica, consultores e demais interessados.
 
O Seminário foi fruto de parceria entre a Semad e o Indi, em articulação com o Governo da Holanda. O país europeu propiciou importante ganho de conhecimento técnico sobre as metodologias mais avançadas para o controle ambiental de barragens e diques de contenção, tanto de atividades minerárias, como para outros empreendimentos que fazem uso de barragens e que são passíveis de licenciamento ambiental. Além da relevância técnica, o evento resultou no estreitamento das relações entre os Governos de Minas Gerais e da Holanda.
 
Com a participação da comitiva mineira à China, espera-se também que empreendedores chineses sejam atraídos para relações comerciais com o Estado de Minas Gerais.
 
Ascom/Sisema

 

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades