Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

CIF contrata consultoria técnica para análise de estudos de recuperação do Rio Doce

PDFImprimirE-mail

Foto: Sisema/Divulgação
consultoria-rio-doce-dentro
O Rio Doce foi um dos cursos d'água impactados pelo rompimento da Barragem de Fundão, ocorrido em 2015, em Mariana

A Câmara Técnica de Gestão de Rejeitos e Segurança Ambiental (CT-GRSA) do Comitê Interfederativo (CIF), formado pela União e pelos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, publicou no dia 2 de setembro, por meio da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), o Edital 009/2021 para contratação de consultoria especializada em Sedimentometria e/ou Hidrossedimentologia. Podem participar do processo pessoas físicas ou jurídicas. Os interessados devem encaminhar a documentação estabelecida no Termo de Referência que rege o Edital, até 17 de setembro de 2021 para o e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

Acesse a íntegra do Edital 009/2021

 
A consultoria contratada será responsável pela elaboração de parecer técnico acerca dos documentos entregues pela Fundação Renova referentes à caracterização e monitoramento dos sedimentos/rejeitos acumulados na intracalha dos rios Gualaxo do Norte, Carmo e Doce. Os afluentes foram impactados pelo rompimento da Barragem de Fundão, ocorrido em novembro de 2015, no município de Mariana, na Região Central do Estado.


De acordo com o gerente de Recuperação Ambiental Integrada da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam), Luiz Gabriel Mendoza, será avaliada a efetividade da camada de sedimentos mais grossos, denominada Lag Layer, depositada sobre os rejeitos que se encontram no fundo dos rios impactados.


“A consultoria especializada dará assistência técnica à CT-GRSA na análise consolidada de todos os dados gerados, bem como nos documentos emitidos para o entendimento da funcionalidade e resistência, por exemplo, da camada de sedimentos naturais que vem sobrepondo os rejeitos depositados na calha dos rios. Contribuindo, assim, para a tomada de decisão quanto ao manejo dos rejeitos intracalha”, explica Mendoza.


REQUISITOS


Entre os requisitos obrigatórios ao (s) profissional (is) que prestarão a consultoria estão:

- Graduação nas áreas de Geologia, Geografia, Engenharia Civil, Engenharia Ambiental, Engenharia Agrícola e/ou Engenharia Hídrica;

- Experiência profissional mínima de (04) quatro anos de atuação na área Sedimentometria e/ou Hidrossedimentologia;

- Experiência em Modelagem Hidrossedimentológica e Hidrossedimentologia Prática;

- Pós-graduação-graduação, Lato e/ou Stricto Sensu, em Engenharia de Água e Solo, Engenharia Hídrica, Geologia, Fluviomorfologia, Hidrologia e/ou Hidrossedimentologia;

- Residir em território nacional.

PRAZO DE EXECUÇÃO


O contrato terá vigência de quatro meses, com um prazo de até 45 dias, após a assinatura, para entrega do parecer técnico preliminar e cinco dias corridos para entrega da versão final, que deverá ser elaborada após a revisão da minuta pela CT-GRSA, acompanhado da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). O valor do contrato foi definido em R$ 24.800,00.


Clique aqui para mais informações

 

 Edwaldo Cabidelli

Ascom/Sisema

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades