Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Dia Mundial da Educação Ambiental é comemorado com 4° Prêmio de Boas Práticas

PDFImprimirE-mail

 Foto: Divulgação/Zoom

VencedorPrêmioBoasPraticas1 Dentro

O Projeto “Coleta seletiva solidária” - Associação de catadores de materiais recicláveis e reaproveitáveis de Ouro Branco ficou em 3º lugar 

 

O Sistema Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sisema) promoveu na tarde dessa terça-feira (26/1), a entrega do 4º Prêmio de Boas Práticas Ambientais, cerimônia em que foi comemorado, também, o Dia Mundial da Educação Ambiental. Apesar da pandemia da Covid-19, o Prêmio de Boas Práticas teve nesta edição um incremento de 56,67% no número de projetos inscritos em relação à edição anterior, passando de 30 em 2019 para 47 em 2020. A premiação busca valorizar aqueles que trabalham em prol do meio ambiente, além de divulgar boas ideias, para que outros indivíduos possam adotá-las como exemplo.

 

O 12º Fórum Interinstitucional AmbientAÇÃO (FIA): “Tecnologias sociais na prática” também foi integrado às comemorações e contou com a participação do doutor em Saneamento e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e professor da Faculdade Dom Helder Câmara, José Cláudio Junqueira. O especialista apresentou o estudo de caso do Programa AmbientAÇÃO e seus desdobramentos no poder público e na iniciativa privada.

 

Para José Cláudio Junqueira, o evento foi uma oportunidade rara para o aprendizado de ações transformadoras do meio ambiente. O subsecretário de Gestão Ambiental e Saneamento da Semad, Rodrigo Franco, reforçou que o Dia Mundial da Educação Ambiental foi bem comemorado em Minas Gerais, mostrando o engajamento das pessoas em uma ferramenta de gestão que pode construir comportamentos transformadores e inovadores para uma sociedade mais justa, e consequentemente, sustentável.

 

“O IV Prêmio de Boas Práticas Ambientais demonstrou ser um ente inspirador ao apresentar projetos e tecnologias viáveis, que motivam as pessoas a preservar e melhorar o meio ambiente, além de sinalizar que a educação ambiental deve ser priorizada e replicada pelos municípios de Minas”, afirmou Rodrigo Franco.

 

Para o coordenador-geral do Comitê Executivo do Prêmio e analista da Diretoria de Educação Ambiental e Relações Institucionais da Semad, André Ruas, foi muito inspirador conhecer os projetos vencedores do IV Prêmio de Boas Práticas Ambientais. “São provas de que é possível inovar e replicar conhecimentos e práticas que têm um grande ganho, não somente ambiental, mas também social e econômico. Acredito que cumprimos a missão do Prêmio, que busca valorizar as pessoas e instituições que trabalham pelo meio ambiente, além de inspirar outras a fazê-lo, ao promover bons exemplos”, disse.

 

O analista explicou, ainda, que o aumento no número de inscrições nessa última edição se deve à ampla divulgação e popularização do Prêmio Boas Práticas, que vem tendo um reconhecimento ascendente perante a sociedade.

 

De acordo com a superintendente de Gestão Ambiental da Semad, Fernanda Wasner, o Prêmio de Boas Práticas, promovido pela Semad, integrou diferentes tecnologias e mostrou que a mais importante é o ser humano. “O Prêmio valorizou a experiência humana na heterogeneidade do território mineiro. Já sobre a palestra do professor José Cláudio Junqueira, no 12° FIA, a superintendente destacou a fala dele sobre trajetória do programa AmbientAÇÃO. “Ele ressaltou o passado glorioso, o presente desafiador e o futuro do programa, chamando a atenção para ações sustentáveis, demonstrando a importância do engajamento, das parcerias e da criatividade como ferramentas para reinventar o programa AmbientAÇÃO”, reforçou.


CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO BOAS PRÁTICAS 2020


Em 2020 o Prêmio de Boas Práticas teve como tema “Tecnologias Sociais e Sustentáveis” e premiou seis projetos em duas categorias, tendo como vencedores:

 

Categoria “Melhor Prática ou Projeto de Inovação Tecnológica voltados ao Meio Ambiente”:

1º lugar: Projeto “Membranas Recicladas de Baixo Custo no Tratamento Descentralizado de Água e de Esgoto” - Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

2º lugar: Projeto “Construção de mini barragens destinadas à contenção das águas das chuvas equipadas com tubulação de controle de vazão e voltadas para à recuperação do Rio Machados - Araçuaí/MG” - Instituto Refloraguas do Brasil.

3º lugar: Projeto “O isopor ia virar lixo, virou benefício!” - Prefeitura Municipal de Unaí.

 

Categoria “Melhor Prática ou Projeto de Tecnologia Social com Impactos Positivos no Meio Ambiente”:

1º lugar: Projeto “Reciclar: menos lixo, mais segurança alimentar” - Prefeitura Municipal de Glaucilândia.

2º lugar: Projeto “10Envolver: saneamento básico rural” - Movimento Pró Rio Todos os Santos e Mucuri - MPRTSM.
3º lugar: Projeto “Coleta seletiva solidária” - Associação de catadores de materiais recicláveis e reaproveitáveis de Ouro Branco.

 

Wilma Gomes
Ascom/Sisema

alt

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades