Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Seminário da Semad aborda rotina e desafios para a gestão ambiental

PDFImprimirE-mail

Divulgação Sisema

Seminariointerna25062020

Durante o webinar algumas ferramentas e projetos desenvolvidos, como a IDE Sisema, foram apresentados aos participantes

 

Os aspectos sociais e econômicos da gestão ambiental estiveram em pauta na manhã desta quinta-feira (25/6), durante o webinar “Gestão Ambiental: conhecimentos, tecnologias e práticas”. O evento, promovido pela Subsecretaria de Gestão Ambiental e Saneamento (Suges) da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), ocorreu em comemoração ao dia do gestor ambiental, celebrado em 17 de junho.


Durante o seminário a atuação do gestor ambiental em busca do desenvolvimento sustentável e da sustentabilidade, nas organizações da iniciativa privada e em órgãos públicos foi debatida junto aos 197 participantes que se inscreveram para o debate. Projetos desenvolvidos no âmbito do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) também foram apresentados pelos respectivos gestores.


Toda a organização do webinar foi promovida pela Superintendência de Gestão Ambiental (Suga), da Suges. Subsecretário de Gestão Ambiental e Saneamento, Rodrigo Franco afirmou que o evento valoriza as ações realizadas pela Suges na atuação do gestor ambiental. “A Subsecretaria define e supervisiona ações no que se refere ao desenvolvimento de políticas públicas de gestão ambiental e de saneamento básico, que irão subsidiar o planejamento estratégico do território mineiro em consonância com as perspectivas da economia verde”, frisou.


O gerente de Meio Ambiente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Wagner Soares Costa, foi um dos palestrantes do webinar. Em sua fala, ele comentou que o alcance da sustentabilidade é um caminho a ser percorrido pelos gestores ambientais em suas atividades diárias. “Isto porque o conhecimento humano e as inovações tecnológicas passam por mudanças rotineiras e o gestor precisa estar sempre no caminho da sustentabilidade, utilizando todas as ferramentas administrativas e tecnológicas”, reforçou.


Após a palestra de Wagner, houve a apresentação de projetos desenvolvidos no âmbito do Sisema. O analista ambiental da Semad, Ricardo Campelo, falou da Infraestrutura de Dados Espaciais - IDE Sisema. Os participantes puderam conhecer a plataforma e suas funcionalidades. Além disso, Campelo citou que, atualmente, países de todos os continentes fazem consultas sobre áreas em Minas por meio da IDE. “É uma ferramenta de fundamental importância e extrema relevância para a gestão ambiental no Estado, porque ela possibilita ao analista uma visão geográfica das áreas”, comentou.


Outro projeto apresentado foi o Programa de Educação Ambiental no Licenciamento Ambiental. O analista ambiental da Semad, André Ruas, explicou que os programas de educação ambiental que deverão prever ações e processos de ensino-aprendizagem que contemplem as populações afetadas e os trabalhadores envolvidos, possibilitando a compreensão de como evitar, controlar ou mitigar os impactos socioambientais. Durante sua fala ele explicou que, no Brasil, há normas federais (decreto 4.821/2002) e estaduais (Deliberação Normativa Copam 214/ 2017), que tratam sobre projetos de educação ambiental a serem implantados por empreendimentos que geram impacto ambiental.


Ruas frisou, no entanto, que a educação ambiental deve ser um processo interiorizado nas empresas pelos ganhos que esta prática promove à sociedade como um todo e não apenas para cumprir obrigações da legislação. “A educação ambiental é um processo educativo em seu sentido mais amplo. Educação é a base para solucionar problemas socioeconômicos e ambientais. Então, é preciso interiorizar a educação ambiental nas empresas como um investimento e não como mais um custo”, falou aos participantes.


Por fim, o diretor de Gestão Territorial Ambiental da Semad, Fabrício Lisboa, comentou sobre a construção de um banco de projetos visando o fomento e o desenvolvimento de instrumentos de gestão ambiental em Minas. Ele citou a construção de um portfólio de projetos do Sisema e as maneiras de viabilizar o financiamento dos programas. “ É um desafio novo para todos os órgãos do Sisema. É uma maneira também de incentivar e apoiar diversos setores no desenvolvimento e elaboração de projetos técnicos e ambientais que podem vir a ser executados”, frisou.


De acordo com a superintende de Gestão Ambiental da Semad, Fernanda Wasner, o webinar teve um balanço extremamente positivo pois abordou diversas experiências que estão inseridas na rotina do gestor ambiental. “Observamos ideias importantes sendo apresentadas e a nossa proposta era essa. Vamos pensar agora na criação de um ambiente para trazer outras informações do setor produtivo, do terceiro setor e de outras atividades desenvolvidas na superintendência”, avaliou.


Todas as perguntas enviadas durante o webinar foram respondidas ao final pelos palestrantes.

 

Abaixo estão disponíveis as apresentações:

 

Programa de Educação Ambiental no Licenciamento Ambiental

- A IDE-Sisema como ferramenta e planejamento e gestão ambiental

 

A iniciativa de construção de banco de projetos para fomentar o desenvolvimento de instrumentos de gestão ambiental

   

 Simon Nascimento
Ascom/Sisema

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades