Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Fiscais do Sisema participam de capacitação sobre destinação de resíduos

PDFImprimirE-mail

 

Fotos: Divulgação Semad

Visita Fiscais 2 Dentro

Fiscais conheceram os processos para tratamento e destinação de Resíduos Sólidos de Saúde (RSS)

 

Mais de 30 fiscais do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) e da Polícia Militar de Meio Ambiente (PMMG) participaram nos dias 8 e 9 de outubro de capacitação para treinamento sobre processos de tratamento e destinação dos Resíduos Sólidos de Saúde (RSS) e suas interfaces ambientais. Os fiscais realizaram visitas em empresas de tratamento e destinação de resíduos de saúde em Belo Horizonte e Lavras. Nos próximos dias 23 e 24 de outubro mais 30 fiscais participarão do treinamento, previsto para acontecer em Santa Luzia e Ubá.  

 

A capacitação, promovida pelo Sindicato das empresas de Coleta (SindiLurb), em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), tem o objetivo de obter melhores resultados no Programa de Fiscalização Preventiva na Indústria (FAPI). Desenvolvido pela Fiemg, em parceria com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente Desenvolvimento Sustável (Semad), o FAPI visa   orientar e prevenir as indústrias, em período anterior à realização da fiscalização ambiental, mitigando os riscos de impactos ambientais causados pela indústria e evitando possíveis sanções punitivas.

 

Nesta primeira etapa, os fiscais foram recebidos pelas empresas VT AMBIENTAL e PRÓ AMBIENTAL, onde conheceram os processos de autoclavagem e incineração, respectivamente. Os agentes tiveram a oportunidade de observar o funcionamento dos processos e questionar especialistas das empresas acerca dos possíveis riscos ambientais das atividades. “Esta iniciativa inovadora é de extrema importância para fazer com que os agentes fiscalizadores tenham conhecimento mais aprofundado das atividades fiscalizadas, bem como assegurar que estejam em pleno cumprimento com a legislação ambiental vigente. Isso permite também a integridade do meio ambiente de Minas Gerais em um setor de grande relevância que é o tratamento de resíduos perigosos”, disse o analista ambiental da Fiemg, João Vitor Souza.

 

Para o fiscal do Núcleo de controle Ambiental da Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram) Central Metropolitana, Cláudio Mesquita, esse tipo de treinamento é fundamental para entender na prática os processos de tratamento de destinação de resíduos. “Tivemos a oportunidade de ver o funcionamento da autoclave para tratamento de resíduos hospitalares operando, o que amplia a visão do fiscal e permite uma melhor avaliação em campo. Nos foi apresentado, ainda, o processo de teste da eficiência da autoclave, algo muito novo e fundamental para garantir a efetividade do processo”, disse.

 

O Tenente Emerson Ludgero da Costa, Comandante do Pelotão Ambiental de Lavras, considerou a iniciativa muito importante. “Esse tipo de atividade traz um ganho enorme para ambas as partes, pois permite que os empreendedores tenham contato com agentes fiscalizadores que repassam as atualizações e, por sua vez, os órgãos estaduais de proteção ambiental podem vivenciar na prática as ações operativas e todos os pontos a serem fiscalizados. Com essa forma de interação, a prevenção aos danos ambientais é potencializada, além do ganho de produtividade e eficiência nos processos”, reforçou.

 

Milene Duque
Ascom/Sisema

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades