Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Romeu Zema lança programa “Diálogos com o Produtor Rural”, em Araguari

PDFImprimirE-mail

 

Fotos: Gil Leonardi/Imprensa MG

GIL 1313 Dentro

Governador Romeu Zema e diretor-geral do IEF, Antônio Malard, lanaçm Programa Diálogos com o Produtor Rural em Araguari, Triângulo Mineiro
 

O governador Romeu Zema lançou, nesta quarta-feira (25/9), o programa “Diálogos com o Produtor Rural”, iniciativa do Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) que visa aproximar o Governo de Minas e o homem do campo. A partir dessa aproximação, busca-se apoiar o agronegócio para a prática de ações sustentáveis, identificando e dando respostas às dúvidas do setor, referentes aos serviços ambientais. Por meio do programa, pretende-se ainda propiciar um espaço de integração entre as entidades estaduais relacionadas ao agronegócio.

 

O programa foi desenvolvido pelo Sisema, em articulação com a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa). Segundo o diretor-geral do Instituto Estadual de Florestas (IEF), Antônio Malard, que representou a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) no evento, as equipes técnicas estarão disponíveis para conhecer os problemas e buscar soluções para os produtores.

 
Romeu Zema apresentou o programa os produtores e representantes de sindicatos rurais, onde se reuniram para ouvir as demandas e falar sobre suas propostas. O governador disse que é missão de sua gestão apoiar a produção rural e o empreendedorismo. Em sua fala às cerca de 300 pessoas que participaram do evento na sede do Sindicato dos Produtores Rurais de Araguari, o governador Romeu Zema chamou a atenção para a importância do setor agropecuário. “O agro é um setor importante, que gera empregos e renda para o nosso Estado e que precisa ser valorizado”, disse destacando que essa será uma das diretrizes do Diálogos com o Produtor Rural. “Esse projeto visa tornar o governo mais próximo do setor agropecuário, que é um setor que, nos últimos anos, foi muito penalizado com a rigidez da regulamentação do Estado de Minas, com a demora nas licenças ambientais e outorgas de água”, afirmou o governador, ressaltando, ainda, a necessidade de garantir a preservação e o equilíbrio do meio ambiente.

 
 “Nós estamos querendo descriminalizar a atividade produtiva, que, nos últimos anos, infelizmente, não só em Minas, como no Brasil, acabou sendo criminalizada. E nada ajuda mais a gerar empregos do que você não atrapalhar a vida de quem produz. Então, eu estou aqui deixando claro para o produtor rural e para as entidades de classe que os representam que o Estado estará ao lado deles. Nós já fizemos mudanças e vamos continuar fazendo outras para que o Estado não seja um obstáculo para quem deseja produzir, a quem quer investir, a quem quer gerar empregos”, pontuou o governador.
 
Durante o lançamento do programa, o diretor-geral do IEF afirmou que a realização do evento representa um marco para o governo. “Estamos aqui para tirar todas as dúvidas de vocês e para que também nos apresentem soluções. Precisamos trabalhar juntos para alcançarmos os melhores resultados. Estamos trabalhando na desburocratização dos processos para dar respostas mais céleres para os contribuintes, que são os produtores”, afirmou Malard.

 

ESPAÇO DE DIÁLOGO

 

O lançamento do Programa Diálogos com o Produtor Rural foi recebido de forma muito positiva entre o setor agropecuário do Triângulo, que destacou os inúmeros ganhos que a iniciativa trará para a região. “O produtor rural muitas vezes age de forma inadequada dentro de sua propriedade por falta de conhecimento e de orientação. Ter um espaço de diálogo, para tirar dúvidas e esclarecer questões ligadas à legislação ambiental funciona como um apoio muito importante para o setor que precisa constantemente de aperfeiçoamento”, afirmou o produtor rural, Jorge Mantuan, 54 anos, que cultiva soja e milho em Indianápolis.

 

Na avaliação do pecuarista Guilherme Nasciutti, de 53 anos, o programa veio em boa hora. "O que a gente precisa é de esclarecimento para regularizar as áreas já abertas, sem necessidade de abrir novas áreas e, consequentemente, sem agredir o meio ambiente. Ter o apoio técnico é muito importante para desenvolvermos o setor com qualidade e responsabilidade", disse.  

 

Já o diretor do Sindicato Rural de Ituiutaba, Lindolfo Marques dos Santos, que também é produtor rural, chamou a atenção para o ganho em desburocratização dos serviços ambientais. "Facilitar o acesso ao suporte técnico auxilia o produtor rural não só na execução das melhores práticas no campo, mas também contribui para desburocratizar os processos de atos autorizativos, o que gera eficiência ambiental", afirma.

 

O prefeito de Araguari, Marcos Coelho de Carvalho, também valorizou a iniciativa do governo de conhecer a realidade e incentivar os produtores. “O governador tem valorizado a nossa região e a nossa população, principalmente os agricultores. Araguari vive um momento ímpar, principalmente no agronegócio, com a atração de investimentos e geração de empregos”, disse.

 

Ascom/Sisema

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades