Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Superintendentes da Semad selecionados no Transforma Minas tomam posse

PDFImprimirE-mail

Foto: Valquíria Lopes

novos-superintendentes-dentro

Os nove superintendentes regioanais acompanharam a solenidade de boas-vindas realizada no Auditório JK, na Cidade Administrativa. 

 

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) já tem seus novos superintendentes regionais selecionados pelo Programa Transforma Minas. As lideranças regionais que passaram pela seletiva foram apresentadas ontem em evento no Auditório JK, na Cidade Administrativa. Durante a cerimônia, o governador Romeu Zema deu as boas-vindas aos novos servidores da Semad e também àqueles que se destacaram no Transforma Minas nas áreas da Saúde, Desenvolvimento Social, e Educação.

 

O programa é uma iniciativa da gestão Romeu Zema que tem o objetivo de selecionar profissionais para posições de liderança no Governo de Minas, com base em critérios técnicos. O programa busca transformar a cultura de gestão de pessoas no setor público, com foco na melhoria da prestação de serviços aos cidadãos.

 

Presente no evento, o secretário Germano Vieira recebeu os novos superintendentes que vão atuar à frente das Superintendências Regionais de Meio Ambiente (Suprams) de Belo Horizonte (Central Metropolitana), Montes Claros (Norte), Diamantina (Jequitinhonha), Governador Valadares (Leste), Ubá (Zona da Mata), Varginha (Sul de Minas), Divinópolis (Alto São Francisco), Uberlândia (Triângulo Mineiro), e Unaí (Noroeste).

 

Ao parabenizar os superintendentes pela aprovação no programa, o secretário ressaltou a importância do caráter técnico para seleção dos cargos públicos. “Eu sempre acreditei na meritocracia, tanto que um dos programas da Secretaria é o Programa de Eficiência Ambiental (PEA), que trabalha com diretrizes de metas e resultados e com o mérito dos servidores”, afirmou. Germano Vieira disse ainda que o Transforma Minas foi uma excelente oportunidade de elevar o nível da meritocracia na escolha dos superintendentes, identificando potenciais líderes para cumprir missões delegadas pelo governador.

 

Dos nove superintendentes, quatro são servidores de carreira do Sisema e cinco são contratados. Do total, seis já ocupavam o posto de superintendentes e, após o processo de seleção técnica, foram mantidos nos cargos. Deste modo, três superintendentes são novos na pasta ambiental.

 

Reunião gerencial

 

Após a solenidade de boas-vindas realizada no Auditório JK, os superintendentes recém-empossados iniciaram oficialmente seus trabalhos participando de uma reunião gerencial na sede da Semad. Na oportunidade, foram apresentados e discutidos os resultados da Subsecretaria de Fiscalização Ambiental (Sufis) com relação a Autos de Infração, Denúncias, e Requisições, além do processo de Fiscalização realizado pelo Núcleo de Controle Ambiental (Nucam). Foram também apresentados os resultados da Subsecretaria de Regularização Ambiental (Suram) e debatidas junto à Subsecretaria de Administração, Gestão e Finanças (Sutaf) questões ligadas à gestão da frota de veículos da Secretaria.

 

Conheça quem são os nove superintendentes regionais:

 

gesiane-lima

GESIANE LIMA (Supram Leste):

Formada em Direito, com pós-graduação em Direito Ambiental e Minerário, Gesiane Lima está na Supram Leste desde 2013, quando atuou como diretora de Controle Processual. Em 2018, assumiu a superintendência da regional, sendo reconduzida ao cargo após seletiva do Transforma Minas, em 2019.

“Foi muito importante para mim participar do processo seletivo, concorrer com outros bons profissionais e, principalmente, ser selecionada para dar continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido na Superintendência. Considero muito saudável a avaliação das competências dos candidatos para que ocupem os cargos de grande representatividade nas regionais, pois são aqueles que representam o governo no interior do estado”. 

cezar-augusto

CEZAR AUGUSTO FONSECA (Supram Sul):

Formado em Engenharia Florestal, Cezar Fonseca é servidor de carreira do Instituto Estadual de Florestas (IEF) desde 2006. Ingressou na Supram Sul em 2012, exercendo cargos de coordenação no Núcleo de Regularização e Diretoria de Regularização Ambiental. Assumiu a Superintendência no início de 2019, mantendo-se no cargo após o processo seletivo promovido pelo programa Transforma Minas. 

“Espero colaborar com a nova gestão na melhoria da qualidade do serviço público e da gestão ambiental em nosso Estado, na redução dos passivos de licenciamento, contribuindo, desta forma, para o progresso econômico e ambiental de Minas Gerais. Com relação ao Transforma Minas, considero o programa bastante inovador e pioneiro, pois é um processo no qual se consegue atribuir qualificação e mérito aos gestores selecionados. Participar da seletiva foi uma experiência bastante enriquecedora não apenas do ponto de vista profissional, mas também pessoalmente”. 

kamila-alves

KAMILA ALVES (Supram Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba):

Formada em Direito, Kamila Alves ingressou no serviço público em 2006. Em 2017, a servidora atuou como superintendente da Supram Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, concomitantemente ao cargo de diretora da regional. No início de 2019, assumiu oficialmente a superintendência da regional, mantendo-se no cargo após o processo seletivo promovido pelo programa Transforma Minas. 

“Espero que toda experiência adquirida no serviço púbico ao longo destes anos possa contribuir para a superação dos desafios na gestão da regional. Acredito que o Transforma Minas traz mais transparência à gestão pública como um todo e possibilita que o perfil mais adequado para atender às necessidades da superintendência seja selecionado exclusivamente por sua capacidade profissional. Teremos a grande responsabilidade de responder às demandas de forma rápida e segura, atendendo aos anseios e expectativas da sociedade em relação à questão ambiental”.

 

ricardo-rodrigues

RICARDO RODRIGUES (Supram Noroeste):

Formado em Direito, Ricardo Rodrigues ingressou no serviço público em 2015 como superintendente da Supram Noroeste até o final de 2018, retornando em 2019 por meio do processo seletivo do Programa Transforma Minas. 

“Estou bastante otimista com relação à minha próxima gestão à frente da Supram Noroeste. Pretendemos, por meio de nossas ações, promover o desenvolvimento sustentável, atender o cidadão da melhor forma possível e dar prioridade àqueles processos que estão há mais tempo em nossa superintendência. Nosso objetivo principal, até o final do ano, é definitivamente dar um tratamento no passivo de processo de licenciamento. O Programa Transforma Minas superou as minhas expectativas, pois acredito que a administração pública deve passar por este tipo de processo seletivo para que se tenha à frente dos cargos pessoas que tenham, de fato, capacidade técnica para exercê-los, garantindo maior eficiência ao serviço público”.

 

leonardo-shuchter

LEONARDO SHUCHTER (Supram Zona da Mata):

Formado em Direito, com Pós-graduação em Gestão Ambiental Municipal e Gestão em Auditoria e Licenciamento Ambiental, Leonardo Shuchter ingressou no serviço público em 2006 atuando como analista na Supram Zona da Mata. Esteve à frente da Diretoria de Controle Processual da superintendência por cerca de três anos e entre 2011 e 2015 assumiu a superintendência da regional, retornando ao cargo em 2019.  

“Estou muito animado com o atual cenário e com as diretrizes cada vez mais claras com relação aos procedimentos de nossa regional. Neste sentido, vislumbramos um horizonte bastante positivo no qual pretendemos realmente acabar com o passivo de licenciamento e avançar em outras atividades de gestão também muito importantes para a Semad. Acredito que a administração pública deve caminhar neste sentido proposto pelo Transforma Minas, atuando com transparência, por meio de critérios rigorosamente técnicos”.  

 

rafael-teixeira

RAFAEL TEIXEIRA (Supram Alto São Francisco):

Formado em Engenharia Florestal, Rafael Teixeira ingressou no serviço público em 2014. Em 2016, assumiu a Direção de Fiscalização da Supram Alto São Francisco e em 2017 foi nomeado superintendente da regional, mantendo-se no cargo até a presente data. 

“Fico muito satisfeito em saber que, de forma meritocrática, meu trabalho está sendo reconhecido e terá continuidade. Espero dar prosseguimento aos projetos já implementados em nossa regional e propor melhorias em todos os processos de gestão. Programas como o Transforma Minas devem ser mantidos e incentivados na administração pública de nosso Estado”. 

 

cristina-vilhena

CRISTINA VILHENA (Supram Jequitinhonha):

Formada em História e Gestão Pública, Cristina Vilhena está na Semad há 21 anos desempenhando funções administrativas à frente da Coordenação de Apoio Operacional e da Diretoria de Administração e Finanças. Assume a superintendência da Supram Jequitinhonha pela primeira vez após ser aprovada no processo seletivo do Programa Transforma Minas. 

“Pretendo, em minha gestão, dar continuidade aos trabalhos já desenvolvidos em nossa regional. Temos uma Supram pequena em relação ao número de servidores, mas com bastante harmonia entre as diretorias. Buscamos, por meio de nossas ações, proporcionar melhorias na qualidade de vida da população do Vale do Jequitinhonha de forma sustentável e atenta às questões ambientais. Considero a proposta do Programa Transforma Minas bastante inovadora e transparente, pois oferece condições igualitárias de participação a todos aqueles que desejam ingressar no processo seletivo, ampliando as oportunidades de atuação no serviço público”. 

 

clezio-amaral

CLÉSIO AMARAL (Supram Norte):

Formado em Química e Gestão Ambiental em Saneamento, com MBA em Auditoria, Perícia e Gestão Ambiental; e Mercado de Carbono e Projetos Sustentáveis, Clésio Amaral ingressou no serviço público em 1993, atuando como analista ambiental da Prefeitura de Betim, sendo cedido ao Estado em 2016, quando assumiu a Supram Norte, permanecendo no cargo até a presente data. 

“Esperamos na nova gestão que se inicia, revisar e melhorar nossos sistemas legais, técnicos e regulatórios para que possamos ser ainda mais eficientes em nossos principais processos. A Supram Norte é uma regional muito peculiar, dessa forma devemos estabelecer nossos critérios de modo que possamos atender à legislação, mas sempre alinhados com a realidade local. Uma coisa que chamou minha atenção no Programa Transforma Minas, além da exigência de aptidão técnica para exercer a função, foi a preocupação com a capacidade do candidato para lidar com gestão de pessoas e conflitos, pois propor soluções neste sentido é também um grande desafio do bom gestor”. 

 

nathalia-martins

NATHÁLIA MARTINS (Supram Central-Metropolitana):

Formada em Ciências Biológicas, com Pós-graduação em Gestão Ambiental e Geoprocessamento; e Gestão da Qualidade, Nathália Martins ingressou no serviço público como Analista Ambiental do Instituto Estadual de Florestas (IEF) em 2015. Um ano depois assume a Gerência de Compensação Ambiental do Instituto, cargo no qual permaneceu até 2019, quando assume a Supram Central-Metropolitana pela primeira vez após participação no processo seletivo do Programa Transforma Minas. 

“Assumir a Supram Central-Metropolitana é um desafio muito grande, por ser uma das regionais mais demandadas do Estado. No entanto, estou muito confiante, principalmente, pelo trabalho realizado pelas gestões anteriores e também pela abertura a sugestões de melhorias no processos já estabelecidos. Sobre o Programa Transforma Minas, confesso que me surpreendi com o profissionalismo do processo. Foram feitas entrevistas bastante elaboradas e análises curriculares minuciosas para garantir critérios essencialmente técnicos na contratação dos gestores”. 

 

Edwaldo Cabidelli e Valquíria Lopes
Ascom/Sisema

 

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades