Ir para o menu| Ir para Conteúdo| Acessibilidade Alternar Contraste | Maior Constraste| Menor Contraste

Romeu Zema anuncia ordem de início de obras em Brumadinho

PDFImprimirE-mail


Ligação asfáltica terá 3,17 quilômetros e contempla a construção de uma ponte com mais de 200 metros
 
 
Foto: Valquiria Lopes

Brumadinho interna

 

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, anunciou, nesta quinta (25/7), ordem de serviço para o início das obras de ligação asfáltica entre o Parque Inhotim e o entroncamento da MG-040, contornando o município de Brumadinho, com extensão de 3,17 quilômetros. A obra contempla, ainda, a construção de ponte sobre o Rio Paraopeba e travessia sobre a Ferrovia MRS, com mais de 239 metros de extensão.
 
O anúncio foi feito pelo governador no Posto de Comando Aurora, em Brumadinho, onde as forças de segurança do Estado atuam no planejamento das ações no município após o rompimento da barragem da mineradora Vale, que completa seis meses nesta quinta-feira.
 
Romeu Zema se solidarizou com as famílias das vítimas e destacou o empenho do Estado no trabalho de recuperação e desenvolvimento econômico do município e região.
 
“Tenho o prazer de anunciar que estamos liberando, para a construção da ponte e do anel viário, um valor que se aproxima de R$ 50 milhões, que vai possibilitar a conexão da MG-040 com o Museu do Inhotim. É uma demanda antiga da cidade que vai desafogar o trânsito da área central e atrair mais turistas, criando uma via extremamente propícia para instalação de hotéis, restaurantes ou alguma outra atividade complementar para o turismo de Brumadinho, que, com certeza, vai ganhar muito com as ações que estão sendo tomadas”, afirmou.
 
A obra será executada pelo Governo de Minas, utilizando recursos da multa paga pela mineradora Vale. São previstos investimentos de R$ 48,7 milhões e a geração de 200 empregos diretos. As obras foram iniciadas na gestão anterior, mas foram interrompidas em 2018. Até o momento, foram executados serviços iniciais de infraestrutura da ponte. Além dos moradores de Brumadinho e visitantes de Inhotim, também será beneficiada a população dos municípios de Mário Campos, Ibirité, Sarzedo, Bonfim e Rio Manso.
 
Para Romeu Zema, esses resultados demonstram o planejamento de sua gestão e a união de esforços com os demais poderes em prol de Brumadinho e região. O governador cumprimentou os 135 bombeiros que ainda trabalham diariamente nas buscas pelas vítimas.
 
“Gostaria de dar os parabéns e homenagear o Corpo de Bombeiros, e estendo os meus cumprimentos às demais forças de segurança que têm participado: a Defesa Civil, a Polícia Civil, a Polícia Militar e outros órgãos do Estado que têm sido fundamentais para darmos a assistência que a cidade merece. A Defensoria Pública, o Ministério Público, que tem feito um trabalho exemplar, e o Tribunal de Justiça, que tem acompanhado todos os acordos, sou muito grato a todos”, ressaltou o governador.
 
Zema também lembrou a importância da mineração para o Estado, mas ressaltou a necessidade de a atividade ser feita de forma responsável. “Essa atividade vai continuar existindo em Minas, vai ser segura e também ambientalmente responsável. Muitos países conciliam desenvolvimento com meio ambiente e mineração, e Minas vai fazer isso. A Assembleia Legislativa, de forma muito ágil, em fevereiro ainda, aprovou uma mudança na legislação que torna isso possível e nós, do Poder Executivo, estamos cumprindo esse plano. É com trabalho e disciplina que vamos construir esse futuro diferente”, finalizou.
 
Ações
 
O secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Marco Aurélio Barcelos, reforçou que a obra irá auxiliar no desenvolvimento econômico de Brumadinho. “Estamos retomando uma obra que permite um terceiro acesso a Inhotim via Brumadinho, talvez seja o caminho mais moderno. Isso fomenta o turismo, o comércio local e permite o acesso da população de Brumadinho ao hospital municipal, sem falar na geração de empregos que um empreendimento dessa envergadura consegue viabilizar”, disse.
 
Além da obra anunciada nesta quinta-feira e do trabalho de resgate das vítimas pelas forças de segurança, o Governo de Minas também já realizou uma série de ações para minimizar os impactos da tragédia ocorrida no município. Entre elas estão os esforços da Advocacia-Geral do Estado (AGE) para conseguir o bloqueio das contas da mineradora Vale, a captação de água do Rio Paraopeba para garantir o abastecimento da capital e região metropolitana e o repasse antecipado dos recursos devidos ao município de Brumadinho. Desde maio, já foram pagos R$ 3,2 milhões. A partir de agosto, o governo mineiro repassará ao município 30 parcelas de R$ 173 mil.
 
A secretária-adjunta de Planejamento e Gestão e coordenadora do Comitê Gestor Pró-Brumadinho, Luísa Barreto, explica que o grupo foi criado com o intuito de organizar a atuação do Estado de forma a dar mais efetividade e celeridade nas ações. “O comitê tem trabalhado nas ações de compensação e reparação de forma que o Estado possa apresentar medidas à população que vão trazer um maior desenvolvimento socioeconômico e ambiental, garantindo efetiva reparação dos danos e responsabilização da empresa”, afirmou.
 
Também acompanharam a agenda de trabalho do governador no município o procurador-geral do Ministério Público, Antônio Sérgio Tonet; o defensor público-geral do Estado, Gério Patrocínio; o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Germano Vieira; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Edgard Estevo; o chefe do Gabinete Militar e coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues; o prefeito de Brumadinho, Avimar de Melo Barcelos; e demais autoridades das forças de segurança do Estado.
 
Outras ações realizadas pelo Governo de Minas nesses seis meses após o rompimento da Barragem, em Brumadinho, podem ser conferidas neste link.

Agência Minas

SEMAD|

Rodovia João Paulo II, 4143, Bairro Serra Verde - CEP 31630-900
Todos os direitos reservados - Aspectos legais e responsabilidades